Mostra Black 2013

Há pelo menos três anos os meses de maio e junho, na cidade de São Paulo, são os mais esperados para quem gosta de decoração de interiores: é o período de lançamento das mais importantes mostras de decoração, ditando o que será tendência no decorrer do ano.


Os projetos cada vez mais são elaborados para um cliente contemporâneo, eclético. Com isso, o termo “tendência” perde a força nestas exposições, sendo substituído pelo “conceito”, e a exposição mais conceitual do momento é a Mostra Black.
 

 
Com o objetivo de ser cada vez mais impactante, a organização da Black começa a partir da escolha dos profissionais mais destacados neste setor, convidando-os a intervir em um espaço inusitado para a concepção da mostra. Neste ano, o desafio dado a 28 escritórios de arquitetura foi ocupar cinco andares da torre D do complexo WTorre Plaza – anexo ao sShopping JK – surpreendendo os visitantes com ousadia e contemporaneidade.

Os ambientes estão incríveis! Mas o L.I.S. foi mais além, assumindo sua responsabilidade junto aos seus fiéis leitores, e destacando algumas peças “bacanuda’s que certamente farão sucesso  em qualquer decór, criando um espaço super conceitual! Confira:



Projeto Studio Guilherme Torres – o artesanato brasileiro está em alta na decoração, principalmente o trabalho rústico de artesãos anônimos como a coleção de ex-votos apresentada no móvel aparador deste loft.
 
 
Projeto João Armentano – juntar várias peças do mesmo tema pode quebrar a sisudez na decoração monocromática, como nesta mesa de centro em mármore carrara decorada com estatuetas do líder comunista chinês Mao Tsé.
 
 
Projeto do Suíte Arquitetos – clássicos do design sempre estão em moda, principalmente os revisitados como esta poltrona Egg revestida com grandes porcas sextavadas.
 
 
 
Projeto de Maria di Pace – plantas estão sempre em alta, principalmente quando apresentadas em cachepots inusitados como esta obra assinada por Florian Raiss.


Pojeto de Dado Castello Branco – um bom ambiente deve receber seus convidados com boa musica, principalmente se ela for emitida de um aparelho incrível como este, vendido com exclusividade pela empresa de automação Troiano’s.
 
 
Projeto Triplex arquitetura – organizar quadros de forma despretenciosa é algo que proporciona personalidade ao espaço. Procure o período estético ou as cores que mais lhe agrada e apresente sua coleção em uma parede de destaque como na foto acima.
 
 
Projeto Marina Linhares – marca de nossa religiosidade, o sincretismo brasileiro se apropriou de algumas plantas nativas para alguns rituais afros. A espada de São Jorge com seu verde exuberante pode quebrar o clássico sem comprometer a sofisticação do ambiente. Esta e outras espécies convivem bem na decoração e possuem fácil manutenção.
 
 
Projeto Osvaldo Tenório – assim como outros artefatos genuinamente brasileiros, a arte plumária também pode dar aquele toque brasilis na sua casa. Se não curte a ideia apresentada neste projeto, apresente aquele colar da família em uma estatueta ou mesmo decore um simples vaso de cristal com uma joia da família. Garanto que será sucesso!
 
 
Projeto Marcelo Brito e Pedro Potaris – no século XXI, usar apenas um único estilo na decoração da casa é ser muito”coxinha”! Se a mistura de estilos não pode participar de todo o seu ambiente, livre-se das amarras e crie um cantinho misturando todos os estilos possíveis, cadeira de um período, quadro de outra escola artística, luminária de outra década. Além de mostrar seu conhecimento histórico o lugar pode ser tema de boas conversas.
 
 
Projeto de Ugo di Pace – livros podem ser espalhados por toda a decoração. Ideia muito boa é colocar uma pilha apoiada em uma bonita cadeira como esta Mackintosh, ou mesmo em uma peça de herança familiar. Se você tiver ciúmes dos seus volumes – como eu tenho - finalize a montagem com um vaso ou qualquer outra peça, limitando o manuseio de sua coleção preciosa...
Por Fabrício Forg

Nenhum comentário:

Postar um comentário